segunda-feira, 18 de março de 2013

Capitalismo financeiro e monopolista


 

O que é Truste:


Truste é o resultado do capitalismo que forma um oligopólio, no qual leva a fusão e incorporação de empresas envolvidas de um mesmo setor de atividades a abrirem mão de sua independência legal para constituir uma única organização. Truste tem o objetivo de dominar determinada oferta de produtos e/ou serviços.
Truste também pode ser uma organização empresarial de grande poder de pressão no mercado.
Truste designa as empresas ou grupos que, sem perder a autonomia, se reúnem com o objetivo de dominar o mercado e suprimir a livre concorrência. Geralmente, são grandes grupos ou empresas que controlam todas as etapas da produção, desde a retirada de matéria-prima da natureza até a distribuição das mercadorias.
A expressão foi adaptada da expressão em inglês trust, que significa "confiança".



Conceito de Cartel
 
Um cartel consiste numa organização de empresas independentes entre si, que produzem o mesmo tipo
de bens e que se associam para elevar os preços de venda e limitar a produção, criando assim uma situação se
melhante a um monopólio (no sentido em que as empresas cartelizadas funcionam como uma única empresa).
Este tipo de acordos podem concretizar-se pela fixação conjunta dos preços de venda, pela divisão do mercada
entre si ou pela fixação de quotas de produção para cada uma das empresas participantes.

O que é holding
Holding é uma empresa que possui, como atividade principal, a participação acionária majoritária em uma ou mais empresas, ou seja, uma empresa que possui a maioria das ações de outras empresas e que detém o controle de sua administração e políticas empresariais.

Uma empresa subsidiária é uma espécie de divisão menor de uma empresa que irá se encarregar de uma tarefa mais específica dentro do ramo de atividade da empresa à qual faz parte e à qual é subordinada
 
 
Capitalismo Monopolista
1.1. De 1760 a 1830, a Revolução Industrial esteve limitada à Inglaterra, mas a produção de equipa­mentos industriais, levou a expansão do capitalismo. Logo o mercado interno se tornou restrito para a produção industrial, não sendo possível conter os interesses dos fabricantes. Além disso, as nações passaram a identificar o poderio de um país com seu desenvolvimento industrial. E o processo se difundiu pela Europa, Ásia e América.
1.2. A tecnologia industrial avançou, a população cresceu, os movimentos imigratórios se intensificaram. No fim do século XIX, sobreveio a primei­ra Grande Depressão (1873 - 1896), que fortaleceu as grandes empresas através da centralização e concentração do capital. Iniciou-se aí nova fase do capitalismo, a fase monopolista ou financeira, que se desdobrou na exportação de capitais e no processo de colonização da África e da Ásia.

O capitalismo financeiro foi aquele que aconteceu entre o final do século XIX até a crise de 1929 (é diretamente ligado com o forte crescimento econômico que se registrava neste período de plena expansão da Revolução Industrial).
Foi o resultado da revolução de transportes (em especial a máquina a vapor) que originou profundas alterações na vida econômica (inovações tecnológicas, alargamento dos mercados, dentre outros) e exigiu muitos investimentos que só estavam ao alcance de grandes empresas,Com todo esse contexto, elas sentiram necessidade de se expandirem investindo em máquinas e instalações e recorrendo a processos de concentração empresarial. Era "financeiro" pois os bancos participavam ativamente na atividade econômica (emprestando dinheiro às empresas ou investindo diretamente), e era também intervencionista, já que o Estado intervinha para restringir o poder dos monopólios. Pode se resumir como a época em que o grande comércio/grande indústria são controlados pelo poder econômico dos bancos e de outras instituições financeiras.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário